Grandes Projetos > Observatório de Ciências da Terra, Professor Doutor José Mariano Gago

Sem dúvida, um dos grandes problemas que se coloca aos jovens na compreensão de alguns dos processos que ocorrem no nosso planeta, é a dificuldade em visualizar a 3 DIMENSÕES os esquemas bidimensionais que observam nas aulas e nos livros.
Este facto, agrava-se quando o objetivo é perceber, por exemplo, a evolução das placas tectónicas ao longo de períodos de tempo que se medem em milhões de anos. Com o novo espaço do CCVEstremoz, único em Portugal, esta dificuldade deixa de existir!
A possibilidade de projetar todos estes esquemas numa enorme esfera com cerca de 2 metros de diâmetro, constitui uma nova forma de aprendizagem muito mais eficiente.
A nossa equipa desenvolveu / desenvolve, uma série de apresentações especialmente pensadas para os vários níveis de ensino, que são dinamizadas no OBSERVATÓRIO com o apoio dos nossos monitores e complementadas com atividades experimentais.

Neste momento é já possível:

  • »Visualizar a 3D a EVOLUÇÃO GEOLÓGICA DE PORTUGAL desde o Précâmbrico até à Atualidade; uma maneira única de compreender a Geologia de Portugal no contexto da Tectónica de Placas;
  • »Compreender a génese das principais CADEIAS DE MONTANHAS e dos OCEANOS; a interação entre os ciclos Tectónicos e Hidrológico ao longo do tempo geológico;
  • »Perceber a relação entre a formação de uma CADEIA DE MONTANHAS e o CICLO DAS ROCHAS; interligando a Tectónica de Placas e a modelação com prensas de areia;
  • »Perceber os argumentos de WEGENER da Deriva Continental; do Mesosauros e da Glossopteris, às pontes continentais e aos dados paleoclimáticos.
  • »Compreender como a tectónica de placas influenciou / influencia a DISTRIBUIÇÃO DOS SERES VIVOS no nosso planeta; a interação entre as teorias da Tectónica de Placas e da Evolução.
  • »Compreender a génese / distribuição de alguns dos principais RECURSOS GEOLÓGICOS; que utilizamos no contexto de uma possível exploração sustentável.

Estas são apenas algumas das possibilidades atualmente existentes e… estamos disponíveis para explorar novos desafios que eventualmente nos venham a ser propostos.

© centro ciência viva de estremoz - 2018 | v.1.1